Ainda é de flores que eu quero falar

Sexta-feira, 3 de janeiro de 2020 (uma curtinha de aniversário, para dormir antes da guerra) – "Sam: Isso não é justo. Na verdade, nem devíamos estar aqui. Mas estamos. É como nas grandes histórias, Sr. Frodo. As que tinham mesmo importância... ... eram repletas de escuridão e perigo. E, às vezes, você não queria saber... Continuar Lendo →

Sobre o tempo de muitas palavras e o tempo de dormir (ou, quem sabe, de voltar para casa)

Segunda-feira, 30 de dezembro de 2019 (meu dia semanal de achar que a vida não tem sentido) "Senhor da Biografia, salve todos nós da velhice, da saúde debilitada e de uma árvore de esperança que perdeu a faculdade de colocar flores." - De uma carta de Mark Twain a Joe Goodman, em abril de 1891... Continuar Lendo →

Here comes the rain, de Nova York à Coreia do Sul.

Sábado, 30 de novembro de 2019 (40° amanhã, e por enquanto só o cheiro leve de chuva no ar; encerra-se novembro!) "A Wizard is never late, Frodo, nor is he early. He arrives precisely when he means to." ("Um mago nunca se atrasa, Frodo, nem chega cedo. Ele chega precisamente quando quer.") – Fala de... Continuar Lendo →

E quando se vê passaram… 50 anos?

Segunda-feira, 14 de outubro de 2019 (é do fim do mundo que aqui posto a de hoje) Então é isso, eu fiz 50 anos. Um tempo atrás eu vi um meme de alguém que dizia que não tinha encontrado nenhum armário com portas para Nárnia aos 8 anos de idade e não tinha recebido nenhuma... Continuar Lendo →

Na primavera ou em qualquer das estações – uma crônica para se lembrar da mochila nas costas

Domingo, 22 de setembro de 2019 (pela lembrança boa de uma valsa) Há exatos vinte e quatro anos eu dancei uma valsa. Era a valsa da minha formatura, a coroação, o momento final de uma verdadeira batalha de mais de seis anos. Quando penso naquela noite, é principalmente da valsa que eu me lembro. Ao... Continuar Lendo →

Esse tal de Roque Enrow…

Sábado, 31 de agosto de 2019 (antes de entrar setembro) "Nesta noite, um milhão de canções serão cantadas. Todas sobre a mesma coisa, que eu espero seja o que todo mundo veio ouvir. Na verdade, são todas sobre vocês e eu, e todo mundo perto do palco, e todo mundo que não conseguiu chegar aqui.... Continuar Lendo →

E eis que um homem conquistou a Lua

Domingo, 21 de julho de 2019 (há cinquenta anos e um dia o homem pisava no solo da Lua pela primeira vez) Esta semana que passou foi de lua cheia e antes de dormir eu sempre curto um pouquinho dela no meu quintal. É julho, mês de clima friozinho à noite e um vento geral... Continuar Lendo →

“Mas que céu pode satisfazer teu sonho de céu?”

Terça-feira, 11 de junho de 2019 (meu dia semanal da coragem para enfrentar a vida) "— Mas isto quer dizer que eles vão morrer, não é? — Eles têm elixir suficiente para deixar os negócios em ordem e então, é, eles vão morrer. Dumbledore sorriu ao ver a expressão de surpresa no rosto de Harry.... Continuar Lendo →

Do latim variabilis, aquilo que varia ou pode variar. Ou te fazer feliz, quiçá…

Terça-feira, 21 de maio de 2019 (uma curtinha da hora do almoço de uma terça-feira calma) “(Isto é talvez ridículo aos ouvidos De quem, por não saber o que é olhar para as cousas, Não compreende quem fala delas Com o modo de falar que reparar nelas ensina)" - Alberto Caeiro/ Fernando Pessoa, O Guardador... Continuar Lendo →

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: